Franklin Graham: “Jihadistas, o que espera vocês é o inferno, não 70 Virgens”

Pastor fez duras críticas ao recente atentado no Reino Unido
O pastor Franklin Graham já foi muito criticado no passado por sua maneira dura de falar sobre o islamismo, sendo acusado de promover intolerância e de islamofobia. Após os ataques desta semana em Manchester, que tinham como alvo preferencial crianças, ele fez duras críticas.

“Os islâmicos parecem estar orgulhosos deste ato desprezível e covarde”, escreveu Graham em uma mensagem publicada nas redes sociais.

Enquanto comentava a notícia que o Reino Unido colocou em nível máximo a chance de novos atentados, o líder da conceituada Associação Evangelística Billy Graham disparou: “O Islã é uma ameaça ao nosso estilo de vida. Haverá mais ataques com facas, armas, mais bombas e mais assassinatos. Nossos políticos precisam despertar e perceber esse perigo”.

“Precisamos encontrar maneiras de tornar as nossas fronteiras mais seguras para que saibamos quem está entrando no país”, sublinhou, mostrando apoio ao desejo do presidente dos EUA, Donald Trump, de banir a entrada de pessoas que possam ter envolvimento com o terrorismo.

“A verdade é que eles são perdedores, neste mundo e no próximo”, afirmou Graham, repetindo partes de um discurso de Trump, insistiu: “Essa ideologia perversa deve ser eliminada”.

Ele lembrou ainda que os Jihadistas são ensinados continuamente a mentira que se eles matarem infiéis (seja cristão ou judeu) e morrerem fazendo isso, você vai para o paraíso onde 70 virgens os espera.

“Bem”, continuou Graham, “Eu tenho uma notícia para eles: O que lhes espera é o inferno, com chamas reais e fogo real. O inferno é um lugar real, como também é o céu, mas há apenas um caminho para lá. Jesus disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai, senão por Mim “(João 14: 6). Minha oração é que os muçulmanos de todo o mundo venham a conhecer a verdade e a crerem em Jesus Cristo”.

Embora tais afirmações pareçam óbvias, o pastor Franklin nega frontalmente o discurso da mídia e de muitos políticos, que continuamente recusam-se a fazer uma associação dos atentados terroristas com a conhecida motivação religiosa. 

Com informações Christian Post

0 comentários:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...