Aplicativo de igreja digital coloca a Bíblia no bolso de milhões de 'Cristãos'


Para milhões de leitores ao redor do mundo, um aplicativo gratuito e altamente popular da Bíblia, o YouVersion, está mudando o como, onde e quando se lê o evangelho.
 
Criado pela LifeChurch.tv, uma das maiores e mais avançadas igrejas evangélicas dos Estados Unidos, o YouVersion faz parte do que a Igreja chama de "missões digitais." Elas incluem uma plataforma de serviços on-line da igreja e vídeos pré-prontos de cultos, distribuídos gratuitamente. Também estão a caminho um sistema de dízimo digital e uma Bíblia infantil interativa.
Tudo faz parte da aspiração da igreja de ser uma espécie de departamento de TI das igrejas de toda parte. 
 
O YouVersion, com mais de 600 traduções da Bíblia em mais de 400 línguas, é de longe o maior sucesso. O aplicativo é ecumênico, incluindo as versões preferidas pelos católicos, ortodoxos russos e judeus messiânicos. Neste mês, o aplicativo chegou a 100 milhões de downloads, ficando na companhia de startups tecnológicas como Instagram e Dropbox.
 
"Eles redefiniram o que significa acessar a palavra de Deus em dispositivos móveis", disse Geoff Dennis, vice-presidente executivo da Crossway, uma das muitas editoras da Bíblia - desde pequenas gráficas até sociedades globais da Bíblia e a editora Thomas Nelson logomarca da News Corporation - que forneceram de graça suas traduções para a igreja.
 
O aplicativo, comercializado apenas como "A Bíblia", atraiu novos doadores para a LifeChurch.tv. Cerca de US$ 3 milhões foram pagos por um punhado de grandes doadores para apoiar o desenvolvimento do app no ano passado; ao todo, a igreja arrecadou cerca de US$ 60 milhões, segundo suas demonstrações financeiras. Até o final do ano, diz a igreja, terão sido gastos ao todo quase US$ 20 milhões com o YouVersion até o final deste ano.
 
O Gutenberg por trás da YouVersion é Bobby Gruenewald, 36, o "pastor de inovação" da igreja, cuja formação é em administração, não em teologia. Na adolescência, ele cantava rap cristão na igreja evangélica que frequentava. Na sede da igreja, ele usa os mesmos tênis, jeans surrados e camisetas que convêm a um rapper cristão e microempresário que dirigiu uma empresa de hospedagem de websites em seu quarto, e mais tarde a vendeu por US$ 7 milhões a um site de fãs de luta-livre.
 
Gruenewald entrou para a LifeChurch.tv em 2001, depois de tocar teclado na banda da igreja. Desde então, eles lhe permitiram experimentar sem visar lucro. Os primeiros esforços de Gruenewald incluíram uma igreja virtual no Second Life e uma campanha de anúncios no Google para atrair os consumidores de pornografia à igreja.
 
Então, ele teve uma ideia fundamental: se a igreja queria atrair os mais jovens, precisava tanto ser tecnicamente avançada quanto oferecer seus recursos de graça. "Temos uma geração de pessoas que nem pensa em pagar 99 centavos por sua música favorita", disse Gruenewald, "e nós estávamos cobrando deles US$ 20 por um livro que não entendem."
 
Em 2008, o YouVersion foi a primeira Bíblia na App Store da Apple. A primeira versão trazia apenas traduções de domínio público. Quando ele começou a tentar convencer as editoras tradicionais da Bíblia a assinar acordos de licenciamento, elas desconfiaram.
 
Adam Graber, da editora Tyndale House, uma das que fornecem traduções para o aplicativo, expressou reservas sobre a forte posição da YouVersion no mercado de aplicativos da Bíblia. "Uma grande empresa, seja a Apple ou o Google ou o YouVersion, tem as suas desvantagens, pois dá menos opções às pessoas e consolida poder nas mãos de algumas pessoas", disse. Ao colaborar com o aplicativo, porém, ele disse esperar que os leitores que usam sua tradução venham a comprar a versão impressa ou suas edições digitais.
 
Ele comparou a relação entre o YouVersion e as editoras tradicionais à estratégia "freemium", comum em jogos móveis, onde o conteúdo central é gratuito, mas os recursos extras custam dinheiro. Neste caso, os extras seriam coisas como bíblias de oração, bíblias de estudo ou bíblias de capa dura com relevos em ouro.
 
Apesar de não haver anúncios no aplicativo, disse Gruenewald, o YouVersion coleta muitos dados sobre como a Bíblia é lida. Isso fornece informações valiosas sobre os hábitos e preferências dos cristãos, que o YouVersion seletivamente compartilha com seus parceiros de publicação tradicionais, tais como os versículos mais populares dentro de cada tradução.
 
Ele virou uma plataforma para que líderes evangélicos como Rick Warren cheguem a milhões de pessoas com planos de leitura personalizados; o pastor Billy Graham é o mais recente adepto dessa prática. Nas manhãs de domingo, quando pastores de todo o país pregam usando iPads, os servidores do YouVersion registram mais de 600 mil acessos por minuto.
 
Scott Thumma, do Instituto Hartford para Pesquisa da Religião, que estuda grandes igrejas americanas, disse que o YouVersion preencheu um antigo vácuo de produtos tecnológicos que visem ao mercado religioso. Segundo ele, a LifeChurch.tv é "a congregação mais inovadora no país no desenvolvimento e uso da tecnologia."
 
O aplicativo ficou reconhecido também no mundo da tecnologia. Chi-Hua Chien, sócio da empresa de venture capital Kleiner Perkins, no Vale do Silício, além de religioso e conselheiro informal de Gruenewald, comparou o YouVersion a startups famosas, como o Pinterest e o Path.
 
"Certamente será o mais importante canal de distribuição para quem está criando conteúdo cristão", disse ele. "Onde mais você pode ir para atingir 100 milhões de pessoas?"

Fonte Folha SP

Um comentário:

  1. iSTO SIM É INTERESSANTE E MUITO UTIL.VALE A PENA LER E COMPARTILHAR. PARABENS.

    ResponderExcluir

500 Anos


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tags

(779) Cristãos Perseguidos (530) Cristãos (518) Bíblia (488) Intolerância Religiosa (363) Israel (338) Evangélicos (302) igreja (264) Reflexão (247) apocalipse (194) oração (184) Homosexualismo (177) catolicismo (153) Rede Record (148) homofobia (146) Irã (140) escatologia (132) Missões (131) Evento Gospel (128) Silas Malafaia (125) pecado (120) Política (113) islan (112) ateus (109) judeus (109) Religião (105) Aborto (104) Milagres (103) Natal (102) Ahmadinejad (91) Criança (91) esporte (91) Testemunho (86) globo (77) guerra (73) Salvação (71) Perdão (70) Morte (64) pastores (64) Aline Barros (59) Religiosidade (56) Yousef Nadarkhani (56) PL122 (55) Amor (54) adoração (48) heresia (47) Drogas (42) Prosperidade (42) festival promessas (41) Judaísmo (39) Thalles Roberto (39) campina grande (39) Apostasia (38) carnaval (36) Idolatria (35) mulçumanos (34) Estados Unidos (33) Família (33) Maconha (31) adoradores (29) Shows (28) Catástrofes (26) Hipocrisia (26) Páscoa (22) esperança (22) Confiança (19) Mentira (19) Alegria (18) Nasa (18) DIP (16) Oriente Médio (16) Pornografia (16) Rei David (16) Suicídio (16) adversidade (16) consciência cristã (16) BAND (15) Conforto (15) Paz (15) Pena de Morte (15) Promessa (15) Sofrimento (14) BBB (12) Graça (12) Tatuagem (12) benção (12) obediência (12) dia das mães (11) impureza (11) Ansiedade (10) Justin Bieber (10) Rio +20 (10) livro (10) masturbação (10) Catástrofe (9) Desobediência (9) Filho pródigo (9) Perlla (9) Jotta A (8) Pedro Leonardo (8) Whitiney Houston (8) filho de crente (8) livre arbítrio (8) sony music (8) Darwin (7) Eutanásia (7) Hackers (7) Perigo (7) Senadores (7) União (7) presença de Deus (7) Perfeição (6) cura pela palavra (6) Purgatório (5) alienígenas (5) lei da palmada (5) Aline Barros mostra sua filha (4) Cegueira Espiritual (4) Kaka (4) escolhas (4) texto e contexto (4) torá (4) vasco (4) vigilância (4) Gratidão (3) Ressentimento (3) Segurança (3) Semeadura (3) Sodomia (3) o Caminho (3) servos (3) Cristo Redentor 80º aniversário (2) Guinnes Wolrd Records (2) Harold Camping (2) Impossiveis (2) Pressa (2) Sonho de infância (2) mundial da juventude (2) Flórida (1) Galardão (1) Michel Teló (1) Redenção (1) impios (1) recall (1) vingadores (1)

Uma Reflexão sobre a Crise no Brasil